quinta-feira, 3 de março de 2011

Wake me up when september ends - Parte 14

Olhei discretamente para ele por cima da minha ementa. Ele encontrava-se bastante concentrado na ementa dele.
J: Já decidiste o que vais pedir?
Eu sobressaltei e olhei para a minha ementa. Respondi nervosa:
Hmmm, não. Ainda não.  
E voltou a olhar para a ementa. Passado um bocado pousou-a na mesa e sorriu dizendo:
Já escolhi.
Eu pousei a minha ementa também. O empregado de mesa veio até à nossa mesa e nós pedimos o que queríamos. Reparei que ele tinha pedido o prato mais caro que havia e em seguida também escolheu o vinho mais caro, mas não disse nada. Ele iniciou uma conversa. Já não me lembro sobre o que era, mas lembro-me de ter sido agradável. Lembro-me até de rir.

O empregado trouxe a lista das sobremesas e Jason pediu a mais cara que havia, outra vez. Estaria ele a fazer de propósito por saber que seria eu a pagar? Ele também não tinha escolhido um restaurante barato. Decidi não falar sobre isso uma vez que tinha sido eu a perguntar se havia alguma coisa que podia fazer por ele. A conta veio. Engoli um seco quando a vi. Virei-me para o lado para ir buscar o meu porta-moedas dentro da minha mala que estava pendurada n cadeira. Jason deteve-me:
Que pensas que estás a fazer?
Eu olhei-o confusa e respondi:
Vou buscar dinheiro para pagar.
J: Estás a brincar? Eu é que pago.
E: Não! Eu é que supostamente te estou a compensar pelo ombro.
J: Pensavas mesmo que te ia deixar pagar?
E: Jason, Eu insisto.
J: Também eu.
Antes que pudesse contestar, o dinheiro já se encontrava em cima da mesa. Confesso que fiquei um bocado aborrecida e surpreendida por não me deixar pagar a conta.
Ele levou-me até minha casa e fez questão de subir até ao 3º andar onde eu morava. Tudo aquilo, desde a parte em que remexia tudo até encontrar o que vestir, passando pelo facto de ele pagar a conta, até me levar a casa. Eu abri a porta do meu apartamento e despedi-me dele. Finalmente aquilo tinha acabado, mas afinal de contas, não tinha sido assim tão mau.


6 comentários:

  1. Adorei.
    Não sei, não tive que passar por essa experiencia, tenho colegas meus que gostam de ser filhos unicos´:s

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Isabel (:
    Estive a ler a tua história, sigo-te* gostei muito, continua ♥

    ResponderEliminar
  3. eu também,está tão fofinha. ^^

    ResponderEliminar
  4. Acho que vou começar a ler a história desde o inicio :D

    ResponderEliminar